Facebook
Contato
Mapa do Site
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade

Notícia

Tecnologia reduz tempo de atendimento aos pacientes críticos


Publicado em: 10/09/2020 12:35 | Fonte/Agência: Comunicação Social CISBAF | Autor: Claudia Souza

Tecnologia reduz tempo de atendimento aos pacientes críticos


Diretores dos três principais hospitais da Baixada Fluminense apoiam iniciativa

 

Agilizar a regulação de pacientes críticos e qualificar a informação. Esses são os principais objetivos da implantação de tablets nos três principais hospitais da Baixada Fluminense pelo Cisbaf. A reunião de apresentação do equipamento e do sistema de gestão foi realizada no dia 10 de setembro, na sede do consórcio, e contou com a presença dos diretores do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (Duque de Caxias), do Hospital Geral de Nova Iguaçu e do Hospital Municipal Moacyr Rodrigues do Carmo (Duque de Caxias). A iniciativa do Cisbaf em implantar o tablet também chegou a outras 40 unidades de urgência e emergência da região (UPAs – Unidades de Pronto-Atendimento, UPHs – Unidades Pré-Hospitalares e Clínicas da Família 24h).

Conforme dados da Central de Regulação de Pacientes Críticos entre Unidades, administrada pelo Cisbaf desde fevereiro deste ano, de fevereiro a julho, 49% dos casos graves regulados foram encaminhados ao Hospital Estadual Adão Pereira Nunes. A secretária executiva, Rosangela Bello, explicou que, mesmo com o aumento no número de leitos durante a pandemia da Covid-19, promovido pelos prefeitos da região, o déficit ainda gira em torno de oito mil leitos. “Mesmo com o esforço dos prefeitos em habilitar um percentual de leitos maior do que a cidade do Rio de Janeiro, a Baixada ainda amarga com a ausência significativa de leitos de retaguarda”, explica Bello.

Os gestores acordaram organizar um debate com o presidente do Cosems – Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro a fim de definir alguns temas importantes, tais como: o futuro do hospital modular construído no município de Nova Iguaçu, a ocupação dos leitos os hospitais federais, o Programa Melhor em Casa, bem como outras demandas regionais.

Participaram também da reunião: Manoel Moreira (diretor geral do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes), Roma Napoli Warth (diretora técnica do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes), Joé Sestello (diretor geral do Hospital Geral de Nova Iguaçu), Lino Sieiro Neto (diretor Médico do Hospital Geral de Nova Iguaçu), Selma Moura Franco (coordenadora do Núcleo Interno de Regulação do Hospital Geral de Nova Iguaçu), Vanessa Vazquez (coordenadora de Urgência e Emergência do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo), Márcia Cristina Ribeiro (diretora Técnica do Cisbaf).

 

 


Voltar
Top